Portefólio da Biblioteca Escolar

Neste diário das actividades desenvolvidas pela biblioteca podes ver algumas das coisas que fazemos.

Flutuação em Líquidos - actividades experimentais

No laboratório da ES Cacilhas_Tejo realiaram-se experiências relaciondas com:
O comportamento dos objectos na água

A Água

O que os alunos pensam sobre...
De que pode ser feita, para que serve ou contém uma gota de água?

Ambiente: plantas, animais e gente

Mais uma vez a professora Manuela Caeiro com o seu entusiasmo veio, gentilmente, dinamizar sessões de leitura no nosso agrupamento. Desta feita, na EB1/JI n.º 3 de Almada e EB1/JI Cataventos da Paz, para comemorar o dia da árvore e da floresta .

Gostos e Sabores da Leitura

Este foi o tema da Semana da Leitura na EB1/JI Cataventos da Paz.

Leitura livre na Biblioteca Escolar

Oficinas na Biblioteca Municipal

Inscritas na Comemoração do Cinquentenário da obra literária de Maria Alberta Menéres
"Ilustrar Poesia" com base no livro Conversas com Versos


"Figuras Figuronas" com base no livro com o mesmo título

Elaboração do Podcast "A Fonte"

 Para homenagear a escritora Maria Alberta Menéres pelos seus 50 anos de carreira literária, os alunos do 3.º B recriaram e contaram o poema "A Fonte". Este trabalho, executado em formato audio digital,  foi submetido à 2ª Edição do concurso "Conta-nos uma História!" - Podcast na educação, promovido pelo  Ministério da Educação, através da DGIDC, do Gabinete da RBE  e do PNL, em parceria com a Microsoft.

Semana da Leitura na EB1 de Almada

Sessões de animação e promoção da leitura dinamizadas pela professora Manuela Caeiro

Homenagem à escritora Maria Alberta Menéres tendo por base o livro Retrato em Escadinha. Foram realizadas 3 sessões que contaram com a participação dos alunos das 3 turmas do 4.º  ano.
Para saber mais consulte o blogue da professora Manuela em
http://manuela-quartocrescente.blogspot.com/2011/02/homenageando-maria-alberta-meneres.html

Hora do Conto promovida pela Biblioteca Municipal
"A Gaveta da Histórias" seguida de uma actividade de escrita criativa. Foram realizadas duas sessões, uma para a turma do 4.º C e outra para o 3.º B.


 Feira do Livro




A participação e colaboração dos pais


Actividades do Projecto Levar-Ler-Libertar


Concurso de Leitura Expressiva "Saber Ler com Emoção"

Retratos de Maria Alberta Menéres

No âmbito do Projecto "Comemoração do Cinquentenário da Obra Literária de Maria Alberta Menéres" os alunos do 1.º e 2.º anos realizaram retratos criativos da autora.

Leitura e Geometria

Oficina "Figuras Figuronas"
Promovida pela Biblioteca Municipal do Fórum Romeu Correia no âmbito da comemoração do cinquentenário da obra literária de Maria Alberta Menéres.
Os alunos ouviram alguns extratos do livro da autora, assitiram a uma apresentação e em seguida elaboraram um Tangram a partir do qual construíram figuras e inventaram histórias.

Escrita Criativa

Hora do Conto "A Gaveta das Histórias"
Promovida pela Biblioteca Municipal do Fórum Romeu Correia no âmbito da comemoração do cinquentenário da obra literária de Maria Alberta Menéres.

Leia os textos resultantes da actividade  de escrita colaborativa realizada durante as sessões.

A partir de um parágrafo inicial o texto foi escrito rotativamente, parágrafo a parágrafo, por grupos de alunos.

Turma 4.º A da professora Ana Rosa Rita
Texto 1
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...
Pois! Não ter folha nenhuma era muito natural porque naquela altura era Outono. E no Outono as folhas caem.
Na Primavera a árvore teve folhas e frutos. No segundo dia de Primavera as pessoas foram ver a árvoree repararam que ela tinha folhas, flores e frutos.
As flores eram brilhantes, as folhas eram verdinhas e os frutos maduros. As pessoas adoravam as suas pêras que eram bem amarelinhas e pequeninas.
Passou o Verão e era outra vez Outono. A árvore ficou sem folhas mas ela sabia que as suas folhas iam voltar na Primavera e nunca mais se preocupou por não ter folhas.

Texto 2
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...
Aquela árvore sabia que era natural mas mesmo assim queria ter pelo menos uma folha para para não ficar careca. Não queria ser diferente das suas amigas sempr cheias de folhas.
As amigas dela ajudavam-na sempre que ela precisava de ajuda, quado necessitava de de comer ou beber.
Passados dias e dias, a árvore ficou doente. Um dia uma menina encontrou-a e viu que estava doente. A menina cuidou da árvorecom muito carinho mas também como se fosse sua irmã mais nova. Quando a árvore ficou melhor a menina deu-lhe um nome: Dijorapa.
A árvore Dijorapa ganhou folhas passado algum tempo. Ficou feliz para sempre como as outras árvores. Passou a ser bonita e sedosa.

Turma 4.º B da professora Sheila Patel
Texto 3
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...
Porque não se importava de ser diferente. Embora toda a gente gozasse com ela, nunca levava nada a sério.
Um dia a árvorefloresceu e toda a gente voltou a gostar dela e a admirá-la. Ela tinha flores muto bonitas com tons cor-de-rosa, cor-de-laranja... Todas as pessoas que passavam à frente dela tiravam uma pétala pensando que dava sorte.
Um dia a árvore deixou cair uma maçã e a maçã deitou sumo. A árvore sugou o sumo e começaram a crescer-lhe muitas folhas.
Todos a confundiram com o pé de feijão. Todos queriam subir lá para cima e encontrar ouro mas encontraram um castelo onde vivia um gigante.
Passado algum tempo a amizade da árvore e do gigante alargou-se e tornaram-se melhores amigos!

Texto 4
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...
Não ter folhas no Inverno é uma chatice porque embora seja Inverno não podemos descansar pois na Primavera vão voltar a crescer.
Mas esta árvore não se importava de esperar porque sabia que elas iam crescer mais tarde ou mais cedo. Na verdade ela gostava de não ter folhas.
Ela nunca tinha frio. Um dia a árvore sem folhas viu uma flor ao pé de si e pensou na Primavera.
Ela esperava que um dia chegasse a Primavera e também florescesse. Um dia floresceu e nasceu-lhe a sua primeira maçã. Já era Verão! E a árvore não tinha noção do tempo.
Na Primavera seguinte, o seu desejo realizou-se. Ela ficou muito feliz efestejou com as suas amigas árvores.
Mas quando estava a festejar com as amigas um trabalhador perguntou-lhe era uma macieira. Ela disse que sim e que tinha encontrado ansua família.

Turma 3.º B da professora Susana Ribeiro
Texto 5
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...

Natural! Não parece.
Será que é mesmo?

Se calhar é mesmo porque no Inverno algumas árvores perdem as suas folhas.
Essas árvores chamam-se árvores de folha caduca.
As árvores de folha caduca, como é natural, são frágeis.
Esta árvores passou os outros anos tal como este.

Texto 6
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...
Um dia começaram a crescer algumas folhas.
Cresceram folhas, a árvores também foi crescendo e passado algum tempo já tinha muitas folhas e frutos.
Tinha mais folhas que infinitas árvores juntas e tudo ficou bem. A árvore ficou contente como as outras e muitas vezes gostou de se lembrar dos bons momentos que passaram.
A árvore era a mais feliz de todas e a sua felicidade passou a felicidade de Deus. Foi o melhor momento da sua vida.

Turma 4.º C da professora M.ª José Cruz
Texto7
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...

Era uma árvore diferente das outras pois era mágica. Só que gastava todas as suas folhas para fazer desejos às crianças.
Mas um dia de Outono ela perdeu as folhas e assim, sem folhas, perdeu a magia e as crianças nunca mais voltaram a ir ver a árvore.
A árvore ficou triste e adormeceu até à Primavera. Na Primavera a árvore voltou a acordar e ficou mágica e com histórias.
Só que as crianças não liam as suas histórias porque eram só sobre ela. Mas ela deixou de ser egoísta, começou a escrever sobre outras pessoas e as crianças todos os dias a visitavam.

Texto 8
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...
Mas estava muito na moda não ter folha nenhuma porque era Inverno e as folhas andavam pelo ar.
Até parece que vem daí um vento infernal: a árvore já está nua e com frio. Coitadinha! Deve estar a morrer de frio.
Só a neve é que a protege porque é o seu casaco, de neve. Na Primavera ela já não precisa do seu casaco de neve.
Só que estava gorda, cheia como os livros cheios de comida. Esta árvore era muito, muito gorda mas a irmã era um palito.

Turma 3.º A da professora Odília  Madeira
Texto 9
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...
Era natural mas ela não gostava nada disso e disse:

- Que horror que isto é! – Todos se riram.
- Eu não gosto que gozem comigo.
Ainda no outro dia no campo vi uma árvore sem folhas como eu.
Afinal não era a única árvore sem folhas. Até que encontrou uma árvore com folhas. Era uma árvore muito gira e muito alta.
Adivinham qual era? Era um pinheiro! Era muito vaidosa e produzia muita seiva mas era feia e a árvore percebeu que sem folhas era bonita.


Texto10
Era uma vez uma árvore muito grande que não tinha folha nenhuma. Não ter folha nenhuma era, embora pareça o contrário, até muito natural...
Há árvores que dão frutos mas esta não dá frutos apenas é uma árvore simples.
Cada vez que lhe punham água as folhas começavam a cair ainda mais e ela começava ainda a chorar mais. Ela não gostava nada, mas mesmo nada, de ficar sem folhas.
Mas essas folhas o que é que faziam? As folhas caiam no chão muito devagar e levezinhas.
Quando alguém ia à floresta ver a árvore ela estava cada vez pior. Quando caem folhas a uma árvore, a árvore tem uma dor que lhe dói em todo o corpo.

O Natal na EB1 de Almada

As prendas que recebemos da Junta de Freguesia de Almada
  • Festa de Natal, na Academia Almadense, com a peça "O Natal da Ritinha"
  • Livros para todos os alunos

  • Um Quadro Interactivo Multimédia para a escola  que foi instalado na Biblioteca Escolar
A Festa da Escola , na Incrível Almadense, com o espectáculo "Jornal de Natal"

video
Alunos da EB2,3 D. António da Costa vieram cantar canções de Natal à nossa escola

Promoção da Leitura na EB1/JI n.º 3 de Almada


ENCONTRO COM A LEITURA 
 9 e 10 de Dezembro de 2010






Encontro com o escritor Armindo Reis


A recepção no Jardim de Infância










Salas das educadoras Ângela e Cristina.
 Sessões com autor 











Turmas dos 1.º ano da professora Sandra Flores e 2.º ano da professora Cristina Campos















Turmas dos 3.º ano da professora Isabel Prata e 2.º ano da professora Isabel Figueiredo


 


Feira do Livro

"Sentir o Natal num Conto"



"O Primeiro Natal dos Animais" - Desenhos do 3.º B


"Descobre o(a) autor(a)"

Na EB1 de Almada





As pistas para a descoberta do autor(a) foram lançadas para as turmas dos 3.º e 4º anos em sessões realizadas na biblioteca.






Na Biblioteca Municipal do Fórum Romeu Correia










Foi organizado um jogo de pista, por equipas, que conduziu à descoberta de um baú do tesouro onde o tesouro são os livros do(a) autor(a) mistério (neste caso Maria Alberta Menéres).

Comemoração do Mês das Bibliotecas Escolares

Durante o mês de Outubro todas as turmas da escola  realizaram visitas à BE para assitir a sessões no âmbito da  formação de utilizadores.

Todos os alunos elaboraram o seu cartão de leitor no computador.

Comemoração do Cinquentenário da República

Na Biblioteca Escolar 
Podes ler

Na Biblioteca Municipal do Fórum Romeu Correia
Oficina “O Hino e a Bandeira, símbolos da República”
Com a implantação da República a 5 de Outubro de 1910 a monarquia acabou, e por essa razão, escolheram-se novos símbolos para a nação. Nesta oficina vais conhecer a história destes símbolos: o hino, a bandeira e a moeda. Sabes quem escreveu o hino nacional? E em que situações se canta? E o que representam as cores da nossa bandeira? Através de jogos, pesquisas, palavras e imagens, respostas a estas perguntas vais encontrar.


 


Hora do conto “A Cidadania” de Matilde Martins Soares
Comemorar a República é também falar de cidadania. Uma história simples que se passa numa quinta onde todos os animais se juntaram com respeito e num esforço comum, para melhorar a qualidade de vida de todos. Uma história para aprender que somos todos responsáveis uns pelos outros e que devemos ser capazes de lutar para manter os Direitos e cumprir os Deveres de cidadãos.

Ensino experimental das Ciências 2010/11 - Projecto "Exprimentar a Brincar"

Sessão de abertura na EB1 de Almada



 Este ano o projecto desenvolver-se-á sob a tónica da água.






Sessões realizadas na ES Cacilhas-Tejo
No âmbito da Físico-Química, sob a temática da água, com os alunos da EB1 de Almada 
Dissolução em líquidos 
  • O tipo de rebuçado e o tempo de dissolução
  • O estado de divisão dos rebuçados e o tempo de dissolução


Com os alunos do Jardim de Infância da EB1/JI Cataventos da Paz, sob o tema "As Folhas"

Podcast "O Rio em Perigo" - Um dos vencedores do concurso "Conta-nos uma História"

Podcasts que participaram no concurso:
"O Rio em Perigo" - Turma do 2.º A

Orientação das professoras Sara Cacela  e Odília Madeira 
 2.ª Categoria do concurso - Vencedor do 1.º prémio



"O Gigante Egoísta" - Turma do 4.º C

Orientação da professora Sara Cacela e M.ª José Cruz

3.ª categoria do concurso
 




Entrega do prémio, na DGIDC, ao podcast "O Rio em Perigo" vencedor na segunda categoria.

Divulgação do Projecto Experimentar a Brincar

Na Semana do Agrupamento
  • Realização de uma oficina sobre "Fósseis e Vulcões"






  • Exposição de trabalhos sobre a Biodiversidade
















  • Apresentação da "Canção e Dança da Biodiversidade"



  • video

    Na mostra da Escola Secundária Cacilhas-Tejo

    Leva-Lê-Liberta livros na escola



     Apresentação do projecto às turmas

    Os livros                                                                    À procura dos livros
                

     
    A leitura a pares


    O registo de comentários
    Em fichas de registo


    No Blogue http://trocalivros1.blogspot.com/